quarta-feira, 28 de junho de 2017

Faxina no quarto e técnica Pomodoro



Finalmente eu limpei e arrumei o meu quarto. Estava super sujo e bagunçado.

Só preciso salientar que sou sim bagunçada porém sou organizada. Não 100% mas pelo menos 85%, e por este motivo eu não deixo ninguém limpar o meu quarto. 95% das pessoas que fazem faxina, mudam completamente as coisas de lugar (talvez porque não lembram onde estavam os objetos).

Meu quarto não é grande, porém eu tenho muitas coisas no meu quarto. Então eu sabia que se eu fosse fazer tudo em apenas um dia, não ia dar tempo e eu ia ficar super cansada com irritação no nariz e não ia valer a pena. Odeio fazer faxina.

Então, eu utilizei a técnica Pomodoro. Eu ia começar na segunda para terminar a faxina na quinta. Mas na segunda eu tive um compromisso de última hora e tiver de fazer tudo em 3 dias.

Basicamente no primeiro dia eu passei 1h15m (uma hora e 15 minutos) fazendo faxina. O que significa 3 pomodoros de 25 minutos.

No segundo dia eu também passei 1h15m (3 pomodoros) fazendo faxina no outro lado do mesmo guarda-roupa do dia anterior, porém inventei de fazer uma limpa nos papéis e conteúdos de faculdade. Eu não contei essas quatro longas horas (ou talvez mais) que passei escolhendo o que iria pro lixo ou não e separando os papéis por matérias em pastas e etc. Como era apenas para limpar e isso não estava no meu planejamento, então eu não contei.

Já o terceiro dia foi o mais longo de todos. Justamente por ter feito uma limpa nas coisas da faculdade, acabou anoitecendo e não dando tempo para limpar a estante do outro lado do quarto. Tive de deixar boa parte para o terceiro dia.

Eu passei 3h20m (três horas e vinte minutos) limpando a estante, e o quarto em si (prateleira, duas mesas e etc). Então foram 8 pomodoros de 25 minutos cada. E aqui eu também passei um tempo jogando coisas fora (e esse tempo eu não contei). O namorado ajudou um pouco, mas foi um dia super cansativo. Muita coisa suja pra limpar e muita coisa pra jogar fora.

Por fim, um alívio que se pode imaginar não é? Acho que da próxima vez eu não terei muito trabalho de jogar coisas fora.

PS: Não revisei o texto, se tiver algum erro, por favor, desconsidere, rs

Dei dicas de organização na minha página no facebook também.

domingo, 25 de junho de 2017

cachorros e gatos de rua


Ainda estou por aí andando pelas ruas de Olinda fotografando cachorros, cachorras, gatos e gatas de rua.

Muitos ficam alheios à nossa presença, outros são simpáticos e querem algum carinho (ou comida). Mas muitos têm medo. Fogem.

Este estava alheio. Mas quando se deitou, pareceu posar para a foto.

Me sinto feliz tirando essas fotos. Espero que o projeto dê certo. Que em agosto eu já tenha os cartões postais em mãos.

sobre:
quero ajudar os bichinhos

novidades:
página no facebook

sexta-feira, 23 de junho de 2017

fase ruim



Eu tive muitas notícias ruins esses dias em um momento que eu preciso de notícias boas.
A vida não é perfeita. Aquela frase é verdadeira: "Deus escreve certo por linhas tortas" e agora é só ir em busca de notícias boas ou ótimas.

Algo que eu sempre agradeço são essas criaturas que tenho sempre por perto. Meus gatos maravilhosos sempre presentes e fazem tudo ser menos difícil de lidar.

O que me move, hoje, é um sonho de vida, um projeto para a vida toda que ainda não me sinto à vontade de compartilhar.

Mas dizem que a esperança é a última que morre e eu espero que o que tem antes dela não morra porque não dá pra viver só de esperança.

Espero que essa fase passe rápido e que eu receba uma boa notícia esses dias.

Have a nice day :)

quarta-feira, 21 de junho de 2017

videoclipes by david dean burkhart VIII



Montagem com cenas dos filmes de Stan Brakhage (1933 - 2003).

"I can't erase it
From my mind
I just replay it, love
I think of all of the time"

letra completa



Mais uma daquelas colagens bem divertidas.
Essas imagens são do filme tchecoslovaco chamado Sedmikrásky | Daisies em inglês e As Pequenas Margaridas em português.
O filme é da cineasta Vera Chytilová (1929 - 2014) e faz parte do cinema novo tcheco. Daisies foi lançado em dezembro de 1966.



Infelizmente eu não achei a letra da música disponível. Mas consegui ouvir este trechinho:

"I heard your thoughts today. 
Clearly, I heard you say to your son:
- I need you here with the spirit of invention"



Coloque essa música na playlist de festa.
Filmagem caseira de festa do Halloween dos anos 1980.

"Club goes dead, everyone leaving
No space left, people keep breathing...
...I feel it starting to start, it gets dark"

videoclipes by david dean burkhart VII

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Traveler's Notebook


Este é o caderno que eu estou usando diariamente este ano.

Algumas pessoas fazem e vendem este tipo de caderno aqui no Brasil, mas não é fácil encontrar. Lá fora há vários artesãos que vendem pela internet.

Geralmente um traveler's notebook é feito de couro (e há vários tipos e qualidades).

No caso eu fiz este com desenho meu em papel canson. Dois desenhos em dois papéis e protegidos por papel contato.

Tem vários tutorias na internet, principalmente no youtube que ensinam a fazer.

A verdade é que se trata, vamos dizer assim, de uma carteira de cadernos. Procure traveler's notebook no youtube para entender melhor.

O meu tem 4 cadernos:
1. registrar meus gastos diários, lista de compras (wishlist), planejamento de orçamento.
2. sobre projetos e trabalhos
3. planejamento diário
4. brain dump | brainstorm | lista de filmes, livros, vídeos e etc

O que eu mais uso é o planejamento diário e eu gostaria de fazer um vídeo explicando como eu faço para e organizar diariamente porque percebi que fiquei mais produtiva fazendo isso.

Só queria compartilhar porque o traveler's notebook não é nem um pouco popular por aqui e é uma ótima ferramenta para se organizar.

sábado, 17 de junho de 2017

happy weekend



Ficar tanto tempo entre quatro paredes é chato, triste, deprimente. Estava precisando respirar um ar novo. Eu já tinha viajado pra esse lugar outras vezes antes (quando eu era criança). E as coisas mudam, o tempo muda e tudo o mais.

Fico feliz por ver as coisas sob outro ângulo. Você passa pelo mesmo lugar várias vezes de ônibus, por exemplo; mas quando você está passando por este mesmo lugar com um outro propósito, tudo muda. Fica diferente.

Mesmo indo para uma praia, para um lugar onde tem piscina e quando você quer um pouco de sol, chove... não importa muito. Você está em outro lugar de qualquer forma.

Ficamos (família, amigos e namorado) dois dias neste lugar. No sábado eu pude aproveitar melhor o dia, tinha mais sol, mais tempo. No domingo foi chuva sem parar, mesmo assim, aproveitamos bem. Foi o dia em que eu lembrei de registrar um vídeo.

Tirei algumas fotos também mas não muito - por conta da chuva e também porque estava alagado.

Só mais uma lembrança de uma viagem.
Espero ter mais dias assim.

lembranças de uma viagem

canal no youtube

quinta-feira, 15 de junho de 2017

quero ajudar os bichinhos


Essa é a foto de dois gatinhos ou um casal (porque este maior é macho o outro eu não vi) que estavam em uma pracinha aqui em Olinda sempre andando juntos e com um pouco de receio de se aproximar.

Comecei a tirar fotos de gatos de rua para fazer cartões postais para um projeto.

Pretendo tirar fotos de cahorros de rua também e vou me limitar a tirar fotos desses animais aqui em Olinda.

Quando eu finalmente tiver as fotografias e os cartões postais prontos, vou vendê-los juntos com os meus cadernos.

Ainda não me sinto à vontade para falar sobre o projeto. Sabem aquela superstição de que a gente não pode falar sobre uma coisa que ainda não começou? Pois é, eu tenho um pouco disso, mas tem base (acontece o tempo todo comigo).

O que eu posso falar é que é um projeto que vai ajudar gatos e cachorros de rua e por enquanto eu só tenho o canal no youtube que eu monetizei para ajudar financeiramente o projeto. Também estou fazendo novos cadernos artesanais para vender que também vão ajudar.


Página no face (cadernos artesanais)
Canal no youtube

terça-feira, 13 de junho de 2017

videoclipes by david dean burkhart VII



As imagens desse clipe foram tiradas do curta A Day With the Boys de Clu Gulager (ator norte-americano).
O curta ou média, foi produzido no ano de 1969.

Este filme está acessível na internet: a day with the boys.

Trecho da letra:
"your kid will lose a battle
but your ways
will let him go"


As imagens são de comerciais de bebidas alcoólicas dos anos 80.

Sentiu a vibe de férias / verão?

Saudade de férias na praia / mar.


Ah, eu amo essas home videos. Essa é de 1989. É interessante ver como a moda e os estilos mudaram. Eu vejo muita mudança no comportamento de jovens hoje em dia. Mas eu tenho certeza que vou criar meu futuro filho como nos anos 80.

videoclipes by david dean burkhart VI

sábado, 10 de junho de 2017

Músicas em The Leftovers

Músicas estão presentes em tudo na nossa vida. A gente escuta muito em filmes. Preste atenção na maravilhosa trilha sonora dos filmes Forrest Gump, Blade Runner e Clube de Compras Dallas.

Mas também podemos encontrar músicas na literatura. Já fiz uma playlist com músicas na literatura. Recentemente eu li The Leftovers e este livro é recheado de músicas. Aqui eu listei essas músicas com links para a música no youtube:

1. Buffalo Soldier - Bob Marley



2. Fire and Rain - James Taylor

3. Little Red Corvette - Prince

4. Burning Down the House - Talking Heads

5. Love Shack - The B-52's



6. Brick House - The Commodores

7. Sex Machine - James Brown

8. I Will Survive - Gloria Gaynor

9. Turn the Beat Around - Gloria Estefan

10. Surfer Girl - The Beach Boys

11. The Little Drummer Boy - Bing Crosby

12. Rock the Casbah - The Clash

13. Grateful Dead (a banda foi citada mas não uma música específica)

14. Motown (é uma gravadora que produzia músicas de negros norte-americanos como Diana Ross, Billie Holiday e Marvin Gaye)

15. Three Little Birds - Bob Marley



Essas são as músicas que eu encontrei no livro The Leftovers que foi adaptado para uma série (falei sobre este livro em um post aqui no blog).

10 músicas que foram citadas em livros
+ sobre o livro the leftovers

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Plantas de Maria



Eu já compartilhei aqui o meu amor por plantas (apesar de não saber cuidar muito bem delas).

A tia do meu namorado, Maria, tem uma casa linda cheia de plantas dentro e fora da casa e eu fiz esse vídeo mostrando as plantas que ela tem.

Infelizmente essa câmera não filma muito bem e ainda não tive a oportunidade de filmar com a minha outra câmera para ter uma imagem melhor.

Clique aqui se você quiser assistir o vídeo no youtube.

Espero que futuramente eu possa fazer um projeto sobre pessoas que compartilham desse mesmo amor.

Pesquise pela hashtag #55plantas no instagram e no facebook para ver o meu projeto de plantar 55 plantas em 2017.

Assista mais vídeos do meu canal para me ajudar com o meu sonho de ajudar cães e gatos de rua.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

uma floresta maior que o Central Park



Na Índia, o rio Brahmaputra inunda e destrói casas e fazendas. A região mais afetada é a ilha Majuli. Desde 1917, Majuli perdeu mais da metade de sua superfície devido à erosão. Cientistas disseram que em 15 ou 20 anos, a ilha iria desaparecer completamente. Mas antes disso, em 1979, um indiano chamado Jadav Payeng, começou a plantar árvores. Hoje, Majuli tem uma floresta maior que o Central Park de Nova Iorque.

Lá, tem muitos animais selvagens e Jadav teve dificuldades de proteger as suas árvores por causa de homens que estavam tentando lucrar com elas.

Para o fotógrafo premiado de natureza Jitu Kalita, a ilha é um paraíso. Em 2009 ele começou a explorar o rio Bramahputra em um bote e vislumbrou a floresta (em terra estéril) de Jadav. Jitu escreveu uma matéria em um jornal local sobre o indiano que andava plantando em Majuli. A partir dali Jadav Payeng passou a ser conhecido por toda a Índia. Recebeu o título de Homem Floresta da Índia, foi condecorado e também recebeu prêmios. E em 2014, Jadav Payeng é conhecido mundialmente por conta do documetário Forest Man.

Reflorestar pode salvar áreas de inundação e erosão. E assim, salvar vidas e gerações.

"Todas as espécies do planeta são animais, incluindo os humanos. A única diferença é que humanos usam roupas. Não há monstros na natureza, exceto os humanos. Os humanos consomem tudo até não sobrar nada. Nada está seguro dos humanos, nem mesmo tigres e elefantes".
Jadav Payeng