quarta-feira, 2 de abril de 2014

Não dá mais


Este blog já passou por várias mudanças. No começo era uma forma de compartilhar meus poemas, meus sentimentos, meus pensamentos e enfim. Depois eu não queria mais externar nada da minha vida e passei a escrever sobre outras coisas.

De lá pra cá muita coisa mudou. Quando eu comecei em 2008 (?) eu possuía de uma certa forma um "público" que me lia, que trocava ideias comigo e tudo isso era muito interessante e acontecia de forma muito natural. Ao longo dos anos isso foi mudando, o blog pessoal foi "perdendo" seu espaço para o Facebook ou sei lá. Tá, eu sei que tem muitos blogs de sucesso por aí, mas sejamos sinceros. Paralelamente a isso eu não escrevia com tanta naturalidade assim - ficava procurando pautas só para atualizar o blog ou para não perder essa relação "romântica" com meu blog.

A falta de conteúdo era uma das coisas que eu não suportava em ver em qualquer lugar - tv, rádio, blog e afins. Não poderia ser diferente no meu blog. Eu, por exemplo, não leria ele. Por isso mesmo é que eu não criei uma fanpage ou qualquer outro meio de interação. E quem não se atualiza, querendo ou não, acaba ficando pra traz. 

Meu blog nunca foi auge, mas alguém lia, alguém comentava, interagia e não vinha aqui apenas pra dizer que eu tava em uma tag ou selo ou coisa do tipo. Fica até saturado isso.

Há pouco tempo eu tinha feito um cronograma, todo mês eu ia fazer post de música, literatura, cinema.... Mas não dá, não tenho pautas, não sou especialista em nada, não tenho tempo pra apurar e trazer mais conteúdo, não tenho mais tempo para o blog. Quando o blog me tirava tempo, não valia a pena.

Talvez eu volte, quando tiver tempo, a fazer resenhas. Eu queria um conteúdo de cunho jornalístico (já que esta é a minha área), mas infelizmente eu não tenho como me dedicar a isso. Me dedicaria com todo o prazer. E mesmo assim, os posts que  eu mais me dediquei, menos eu obtive retorno. O retorno que eu sempre dava pros outros.

Mesmo sendo eu comunicando para ninguém mais, ninguém menos que ninguém, venho estender, cravar a bandeirinha branca de "rendo-me". Desisto de insistir em manter este blog vivo só porque ele foi importante para mim, para minha vida e talvez, se não fosse ele, eu não teria descoberto a minha profissão. Que, quer queira quer não, ainda não descobri. Foi importante? Foi. E por isso mesmo eu não vou excluir. Já pensei nisso várias vezes e cheguei na conclusão que é melhor que essa memória permaneça.

Vou continuar com o blog Doll Parts por causa de projetos pessoais. E eu não quero misturar uma coisa com a outra. Por isso eu tenho dois blogs, por isso eu criei o Doll Parts

Twitter: @patylavir
Skoob: http://www.skoob.com.br/perfil/patylavir