terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Coleta Seletiva, lixo...

Hoje eu estava pesquisando algo pra minha mãe ler sobre a importância sobre separar lixo orgânico do inorgânico. Acabei encontrando o site sobre coleta seletiva de lixo. E ainda acho que isso deveria ser assunto nas escolas. Não é simplesmente dar um informativo pras crianças, pois geralmente as crianças (pessoas em geral), não leiam nada e jogam no lixo e enfim.
Deveria ter uma disciplina chamada "consciência ecológica". Sei que há escolas que fazem isso, tem essa disciplina, mas isso é minoria, é 3% de 100%. E não preciso sair de escola em escola pesquisando, conheço o bastante do meu país pra saber disso.

Então vou postar algumas coisas que considero importante ter conhecimento:

Aspectos importantes da coleta seletiva


*Respeitar e cuidar da comunidade dos seres vivos.
*Melhorar a qualidade da vida humana.
*Conservar a vitalidade e a diversidade do planeta.
*Minimizar o esgotamento de recursos não-renováveis
*Modificar atitudes e práticas pessoais.
*Permitir que as comunidades cuidem de seu próprio ambiente.
*Gerar estrutura nacional para a integração de conservação e desenvolvimento do meio - ambiente
*Construir uma aliança global.

A saúde ambiental hoje não é uma preocupação apenas dos governos e de seus órgãos fiscalizadores. É obrigação de todos evitar agressões ao MEIO AMBIENTE, afinal temos que nos preocupar com o amanhã.

Separação orgânico x Não orgânico

LIXO ORGÂNICO é o lixo que depois de coletado é transformado em composto orgânico (adubo), através do processo de decomposição, e pode ser utilizado em hortas e jardins, servindo de nutrientes para plantas. Esse lixo é composto por folhas, galhos, materiais provenientes da limpeza, restos e sobras de alimentos (como frutas, verduras, legumes, carnes, migalhas de pão), papel higiênico, entre outros.

O Lixo Inorgânico é composto por materiais que, após a coleta, podem ser reciclados ou encaminhados para locais onde sofram processos adequados para seu armazenamento.
O lixo inorgânico é constituído por: papeis, papelão, plásticos, vidros, metais (como latão, alumínio entre outros), pilhas e baterias, garrafas plásticas e de vidro, filmes plásticos, saquinhos de suco, tampinhas e potinhos de iogurte. Esses tipos de materiais acarretam problemas ao meio ambiente devido ao seu tempo de decomposição ser muito grande e também, por possuírem componentes que contaminam o meio ambiente, como é o caso de pilhas e baterias.
O processo de separação do lixo orgânico do inorgânico é simples: basta termos uma lixeira para o lixo orgânico, e uma outra para o lixo inorgânico, sendo que para o lixo inorgânico não há a necessidade de termos outra lixeira, pode ser um saco plástico ou um local apropriado, para o colocarmos, pois ele não causa mau cheiro e nem atrai pragas, por se tratar de um material limpo, constituído em sua maioria de embalagens, sejam elas de metal, vidro, plástico entre outras.

Como descartar pilhas e baterias


1. Pilhas comuns: verifique na embalagem se elas devem ou não ser devolvidas ao fabricante para serem recicladas. As pilhas alcalinas já atendem às normas de segurança e podem ser jogadas normalmente no lixo.

2. Bateria de telefone celular e telefone sem fio: as empresas fabricantes devem informar no manual a maneira de descarte correta. As baterias de níquelcádmio (Ni-Cd) não devem ser jogadas no lixo e sim devolvidas ao seu fabricante. Entre em contato com o fabricante para
saber como proceder. As baterias de níquel-metal-hidreto (Ni-MH) e lítio-ion (Li-Ion) podem ser jogadas no lixo.

3. Quanto ao restante de aparelhos eletrônicos em geral, os fabricantes devem facilitar a troca de pilhas e baterias e facilitar o acesso à elas. Em caso de dúvida entre em contato com o fabricante.

Obs.: Os itens acima descrevem a forma correta de descarte segundo a lei. No entanto, como qualquer pilha ou bateria contém metais pesados (mesmo que em quantidades pequenas) a forma mais correta de descarte seria entregá-las, após seu esgotamento energético, aos estabelecimentos que as comercializam ou à rede de assistência técnica autorizada pelas indústrias. Existem ainda postos de coleta que recebem esses materiais e os encaminham para reciclagem.

Nas ruas, na maioria das vezes, existem lixeiros de cores diferentes. Não são as cores dos teletubies, não são para enfeitar. Cada lixeira tem uma função, e as cores é pra identificar e separar: vermelho é para plásticos; azul é para os papéis; verde é para os vridros e amarelo é para os metais.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

"Anotando Gente" - Blog do Bruno Drummond





Eu achei o blog do Bruno tão interessante, que até postei sobre, lá no Facebook. Vou postar exatamente o que escrevi lá:

Muito bom o blog "Anotando Gente" de Bruno Drummond. Ele é um desenhista (e também ilustrador) e costuma desenhar pessoas. Na verdade é mais que desenhar pessoas, e sim tirar cópia delas.
Seus desenhos são feitos em moleskines, cadernos da empresa Moleskine. E conta história de cada desenho, muitas vezes conta uma história cômica.
Seus desenhos são simples e de pouca cor, mas a exatamente essa simplicidade que faz seus desenhos ser tão interessantes.
Recomendo o blog pra quem gosta de moleskines (que virou febre entre desenhistas e ilustradores), e pra quem gosta de desenhos, principalmente de fazer "cópias" da vida real.

Marco Aurélio - Pensamentos - 17


Clica nas imagens pra ler melhor.




1942