quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Niilismo



Como eu parei de escrever, eu vou fazer um post tirado do Wikipédia.
Não que eu tenha parado de escrever, eu não vejo mais prazer, gosto em mais nada. Nem em escrever, nem em fotografar, nem em comida, enfim, tá foda.
Comecei a escrever um livrinho, alguns momentos marcantes, porque eu tenho uma memória péssima, e como a minha vida não é muito prazerosa, eu escrevo pra quando quiser recordar, ler.

Seria mais fácil mandar o link do site. Mas assim fica uma coisa meio preguiçosa, coisa de blogueiro folgado.
Vou colocar aqui um resumo grande sobre Niilismo.

Niilismo é a desvalorização de pensamentos positivos, é a descrença. A origem da palavra é "nada" e niilismo pode ser traduzida como "nadismo".
Essa corrente filosófica é negativista, só conseguimos entendê-la quando tivermos consciência do que ela nega.

O niilismo pode ser considerado como "um movimento positivo” – quando pela crítica e pelo desmascaramento nos revela a abissal ausência de cada fundamento, verdade, critério absoluto e universal e, portanto, convoca-nos diante da nossa própria liberdade e responsabilidade, agora não mais garantidas, nem sufocadas ou controladas por nada". Mas também pode ser considerado como "um movimento negativo” – quando nesta dinâmica prevalecem os traços destruidores e iconoclastas, como os do declínio, do ressentimento, da incapacidade de avançar, da paralisia, do “tudo-vale” e do perigoso silogismo ilustrado pela frase do personagem de Dostoiévski: "Se Deus está morto, então tudo é permitido". Entende-se por Deus neste ponto como a verdade e o princípio.



Concepção Nietzscheana de Niilismo

Niilismo passivo - Segundo Nietzsche, o niilismo passivo, ou niilismo incompleto, podia ser considerado uma evolução do indivíduo, mas jamais uma transvaloração de valores. Através do anarquismo ou socialismo compreende-se um avanço; porém, os valores demolidos darão lugar para novos valores. É a negação do desperdício da força vital na esperança vã de uma recompensa ou de um sentido para a vida; opondo-se frontalmente a autores socráticos e, obviamente, à moral cristã, nega que a vida deva ser regida por qualquer tipo de padrão moral tendo em vista um mundo superior, pois isso faz com que o homem minta a si próprio, falsifique-se, enquanto vive a vida fixado numa mentira. Assim no niilismo não se promove a criação de qualquer tipo de valores, já que ela é considerada uma atitude negativa.

Niilismo ativo - ou niilismo-completo, é onde Nietzsche se coloca, considerando-se o primeiro niilista de fato, intitulando-se o niilista-clássico, prevendo o desenvolvimento e discussão de seu legado. Este segundo sentido segue o mesmo rumo, mas propõe uma atitude mais ativa: renegando os valores metafísicos, redireciona a sua força vital para a destruição da moral. No entanto, após essa destruição, tudo cai no vazio: a vida é desprovida de qualquer sentido, reina o absurdo e o niilista não pode ver outra alternativa senão esperar pela morte (ou provocá-la). No entanto, esse final não é, para Nietzsche, o fim último do niilismo: no momento em que o homem nega os valores de Deus, deve aprender a ver-se como criador de valores e no momento em que entende que não há nada de eterno após a vida, deve aprender a ver a vida como um eterno retorno: sem isto, o niilismo será sempre um ciclo incompleto...
Tem uma página enorme falando sobre Niilismo, eu só li o comecinho, o site é ateus.net e o resto eu copiei do Wikipédia.
Só pesquisei em dois sites porque sou preguiçosa e quero ler o resto do especial Beatles da revista Bravo!. Também preciso terminar de ler Senhor dos Anéis e Mundo Sem Fim.
* em um blog achei essas charges do Benett. (Se não der pra ver, clique em cima delas)

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Big Brother - David Bowie (tradução)

Grande Irmão

Não fale de pó e rosas
Ou deveríamos pulverizar nossos narizes?
Não viva para as safadezas dos últimos anos
Me dê aço, me dê aço, me dê pulsares irreais


Ele construirá um asilo de vidro
Somente com um indício de desordem
Ele construirá um redemoinho melhor
Nós viveremos de pecados, então poderemos realmente começar


Por favor, salvador, salvador, mostre-nos
Escute-me, eu sou todo seu


Alguém para reivindicarmos, alguém para seguir
Alguém para nos envergonhar, algum bravo Apollo
Alguém para nos enganar, alguém como você
Nós te queremos Grande Irmão, Grande Irmão

Eu sei que você pensa que é um quadrado nojento
Mas você nos fez e tem estado em todos os lugares
Senhor, eu teria uma overdose se você soubesse o que está acontecendo

Nós te queremos Grande Irmão

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Exercise One - Joy Division (tradução)

Exercício Um

Quando você olha a vida
Quando você é um estranho em seu quarto
logo, talvez se afogando
seria o início de tudo?
você liga sua TV
abaixa o volume de seu fone de ouvido
dá as costas a isso tudo
isso tudo está ficando demais
quando você está olhando a vida
decifrando cicatrizes
grupo tenso, todos aqueles
que se sentam imóveis em seus carros
as luzes parecem intensas
quando você alcança o lado de fora
hora de um último passeio
antes do fim de tudo.